2015-11-30

Em cada porta um sketcher

Encontro Lisboa Oriental
Grande concentração de sketchers, na Vila Dias.
Muitos desenharam do mesmo ponto de vista e agora é engraçado ver interpretações tão diferentes. É esta a riqueza dos Encontros USkP.

2015-11-27

A Lisboa de Fernando Pessoa

Lançamento do livro com ilustrações do Mário Linhares, hoje, no Museu dos Coches.
Parabéns Mário, pelos excelentes desenhos.

2015-11-26

Barragem de Campilhas

Na Rota Vicentina.
Um intervalo nas nuvens de um passeio cheio de chuva mas que nem por isso foi menos bonito.

2015-11-19

Armação de Pera

Não há muitos locais desenháveis em Armação de Pera...

2015-11-18

Dulwich Picture Gallery

Quando fomos a Dulwich estava de chuva.
Tomámos um chá dentro de casa, à frente de um grande envidraçado sobre o jardim.

2015-11-16

Bugio

Rondando o Bugio, com bom tempo.
A esta distância e com bom andamento a paisagem corre.
O desenho tem de ser muito rápido.

2015-11-12

Trafalgar Square

Parecia o local perfeito para um desenho.
Um bom ponto de vista, com o ombro esquerdo encostado a uma cabine telefónica e muito espaço para o cotovelo direito.
Afinal não era.
Os autocarros constantemente paravam no sinal encarnado bloqueando-me completamente a vista.
A certa altura chegou um bando de turistas japoneses atrás de um chapéu de chuva encarniçado. Uma delas virou-se apontou e disparou a máquina fotográfica. Fiquei com a sensação de ser um sinal ou um ritual porque, em movimento contínuo, fui fotografado por duas dúzias de máquinas point and shoot.
O que será mais exótico no centro de Londres? A Coluna de Nelson? Um grupo de turistas orientais com roupas esquisitas? Um sketcher desenhando?
Fiquei lisonjeado porque nesta situação achei-me comparável ao Delacroix em Marrocos (lamentavelmente não consigo os mesmos resultados plásticos).


2015-11-11

M.C. Escher

Uma excelente exposição na Dulwich Picture Gallery.
Thanks E.P.


2015-11-10

Fireworks em Blackheath

À noite, como um adolescente, bebendo cervejas na rua.
Obrigado M&M

2015-11-05

Museu de Marinha

Do Museu de Marinha sobrou-me o desenho da Muleta.
Nunca vi nenhuma. Só as conheço de pinturas e fotos antigas mas, de cada vez que as olho, vejo a perfeição do desenho e a afinação do engenho para arrastar à vela.
Com as primeiras máquinas deixaram de fazer sentido. Em termos de eficácia o vento não se compara com o cavalo-vapor. Fica a saudade de uma belíssima arte que nunca conheci.
Há tempos vi umas fotos de uns barcos num lago interior russo onde arrastavam exactamente da mesma maneira.

A esplanada do Adamastor